SEITAS RELIGIOSAS

Encontrei no youtube um vídeo interessante sobre a influência das seitas e o traumas causados àqueles que as abandonam. Vale a pena dar uma olhada. Abaixo, “tentei” traduzir alguns trechos, já que o áudio está em espanhol.


(...) As conferências maratônicas, as convenções coletivas, as sistemáticas conversas que captam a atenção dos iniciados e incidem negativamente sobre suas energias as quais diminuem com a privação de descanso deliberada e com uma alimentação com baixo valor protéico (...)
Tão intensas são as pressões exercidas desse modo que o campo de atenção do iniciado se reduz por completo, o qual se converte em um ser sumamente influenciável. Abandona a liberdade que possuía antes de ingressar na seita e está disposto a aceitar todas as ordens incondicionalmente. Trata-se de um estado de consciência tal que se assemelha a um estado de transe. Valendo-se de reuniões intermináveis e um pilha de doutrinas para manter e fortalecer a receptividade do iniciado, os proselitistas tentam levar a cabo uma profunda transformação ideológica. Com o tempo, o iniciado assume o estilo de vida da seita, e a visão de mundo que ele tinha antes de ingressa na seita passa a ser uma lembrança distante, em parte esquecida, em parte anulada.
Obviamente os líderes não perdem a oportunidade de enumerar os castigos para os que desobecem. A redenção e a salvação está reservada aos crentes e praticantes convencidos; para os que os deixam está reservado sofrimento eterno.
Chega o dia em que a mente do devoto parece estar dividida, gerando uma segunda personalidade que lhe é imposta pela seita, a qual começa a conseguir alguma autonomia, lutando contra a personalidade anterior para ocupar o primeiro plano. Pouco a pouco, essa pessoa continua sendo convertida em outro homem diferente do que era...
O transtorno psicológico que se pode desencadear é do tipo psicótico, o qual corresponde a um transtorno conhecido no DSM-III*.
As alterações que ocorrem com os membros de uma seita após abandoná-la são:
- estress pós-traumático
- reações esquizóides
- ansiedade
- fobias
- reações de estress em forma de traumas físicos
- falta de apetite pela perda de ideais e objetivos anteriores
- deterioração da memória e do funcionamento intelectual
- problema na formulação do pensamento
- depressão que vem da perda de amigos e de um projeto de salvação
- desconfiança em si mesmo por ter-se deixado manipular e temor da própria autonomia
- dificuldade para estabelecer relações sociais entre iguais...

Clique aqui para ver o vídeo.

* Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão aceitos ataques ou ofensas a pessoas ou grupos!